terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

TIC TAC...

A hora do encontro parece uma eternidade
O tic tac do relógio vai em câmera lenta
E de repente ao te ver, dispara
Disparando com ele o batucar em meu peito.

3 comentários:

O Profeta disse...

A terra dorme em sobressalto
Um grito brota da alma
Danço com esta bruma de Inverno
Rodopia em meu peito uma estranha calma

Águas despertas, Mar bravio
Cai sobre mim um nevoeiro perverso
Uma onda estende seu manto de espuma
Açoita as pedras adiando o regresso


Boa semana


Mágico beijo

Mara faturi disse...

Aff...."a Cinza das horas", tudo parece silenciar...
aguardar o momento que nasce,
bacio

A Moni. disse...

Tem coração por aí em pleno carnaval...
Bom, iso é muito bom!!!

"(...)Eu botava a mão no fogo, então, com meu coração de fiador(...)"